Sexta, 24 de Maio de 2024
75 98251-4963
Polícia Homicidio

Jovem confessa assassinato do pai a facadas, alegando constantes humilhações

Wanderson afirmou que as provocações eram constantes, chamando-o de inútil e fracassado, entre outros termos desrespeitosos.

08/05/2024 10h18 Atualizada há 2 semanas
Por: Carlos Valadares
Foto: Carlos Valadares
Foto: Carlos Valadares

Wanderson da Silva Pires, 21 anos, confessou em entrevista ao Página de Notícias que tirou a vida de seu pai, José Amorim Pires, pedreiro de 50 anos, alegando ter sofrido repetidas humilhações. Ele relatou que seu pai o insultava constantemente, perturbando-o com comentários depreciativos sobre sua vida e até mesmo na presença de amigos.

Wanderson afirmou que as provocações eram constantes, chamando-o de inútil e fracassado, entre outros termos desrespeitosos.

Coinfira o caso: http://paginadenoticias.com.br/noticia/8157/jovem-surta-e-mata-o-pai-com-golpes-de-marreta-e-faca-em-maria-quiteria

Questionado sobre seu estado emocional durante o incidente, Wanderson admitiu estar tomado pela raiva. No entanto, ele negou ter tentado prejudicar sua mãe ou irmão em qualquer momento anterior, além de não ter feito tentativas de diálogo com seu pai.

Ele também esclareceu que não fazia uso de medicamentos controlados, apenas ocasionalmente recorria a remédios comuns para ajudar a dormir.

Quando indagado sobre arrependimento, Wanderson demonstrou nenhum remorso pelo que fez. Ele admitiu ter usado uma faca no ato, mas negou ter utilizado outros instrumentos como martelo ou marreta. Sobre a quantidade de golpes, ele não conseguiu fornecer um número preciso, afirmando estar com muita raiva durante o ocorrido.

Quando questionado se tinha consciência de suas ações, ele respondeu afirmativamente, reconhecendo ter sido o responsável pela morte de seu pai.

Com informações: Carlos Valadares

Por: Mayara Silva

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.